Idiomas: POR | ENG | ESP

Blog

O Congresso Ganepão encara, dentro da sua proposta educacional, a disseminação de conhecimento como ação fundamental para o cumprimento de sua missão. Neste espaço, acompanhe conteúdo relevante baseado em evidência científica da área de Nutrição em todas as suas vertentes.

Acompanhe o GANEPÃO

Newsletter

Mantenha-me Atualizado:


GanepãoCast - Estresse Oxidativo e equilíbrio do organismo

17 de setembro de 2018

Tags: ganepaocast estresse oxidativo radicais livres

GanepãoCast - Estresse Oxidativo e equilíbrio do organismo




Seja bem vindo a mais um GanepãoCast, o podcast oficial do Ganepão!

Hoje o Dr. Dan L. Waitzberg fala sobre Estresse Oxidativo: O que é? Quando e como acontece? Qual a sua influência no equilíbrio do organismo?

Descubra no GanepãoCast de Setembro!

 

#compartilheconhecimento #compartilheciencia #ganepao2019 #vemganepao

 

Referências

Barbosa KBF, et al. Estresse oxidativo: conceito, implicações e fatores modulatórios. Rev. Nutr. 2010; 23(4):629-643.

Burton GJ. Oxidative stress. Best Pract Res Clin Obstet Gynaecol. 2011; 25(3):287-299.

Cruzat VF, et al. Aspectos atuais sobre estresse oxidativo, exercícios físicos e suplementação. Rev Bras Med Esporte. 2007; 13(5): 336-342.

Ferreira ALA, Matsubara LS. Radicais livres: conceitos, doenças relacionadas, sistema de defesa e estresse oxidativo. Rev Ass Med Brasil. 1997; 43(1): 61-8.

Kouryi JC, Donangelo CM. Zinco, estresse oxidativo e atividade física. Rev. Nutr. 2003; 16(4): 433-441.

Souza Júnior TP, Oliveira PR, Pereira B. Exercício físico e estresse oxidativo: efeitos do exercício físico intenso sobre a quimioluminescência urinária e malondialdeído plasmático. Rev Bras Med Esporte 2005; 11(1): 91-96.

Texto adaptado de http://www.nutritotal.com.br

 

Assista a importantes palestras do Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão On-line!

 

#compartilheconhecimento #compartilheciencia #ganepao2019 #vemganepao



Ganepão 60 NutriSegundos - Lentilhas ajudam a reduzir o pico de glicose pós-prandial

11 de setembro de 2018

Tags: lentilha glicose pós-prandial resposta glicêmica leguminosas




Estudo verificou que substituir uma parte dos carboidratos disponíveis em batatas ou arroz branco por leguminosas secas como feijão e lentilhas, pode reduzir significativamente a resposta glicêmica pós-prandial em adultos jovens saudáveis.

De acordo com os autores, essa medida, a longo prazo, pode ajudar a diminuir o risco de diabetes do tipo 2 , doença cardiovascular, e as complicações associadas.

Saiba mais assistindo ao Ganepão 60 NutriSegundos!

 

Referência

Moravek D, Duncan AM, VanderSluis LB, Turkstra SJ, Rogers EJ, Wilson JM, Hawke A, Ramdath DD. Carbohydrate Replacement of Rice or Potato with Lentils Reduces the Postprandial Glycemic Response in Healthy Adults in an Acute, Randomized, Crossover Trial. J Nutr. 2018; 148(4):535-541.

 

Confira este e outros conteúdos: acesse nosso blog: https://www.ganepao.com.br/blog/pt

 

Ainda dá tempo de assistir ao Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão On-line!



InfoGanepão - Spoiler: destaques da programação

05 de setembro de 2018

Tags: ganepão 2019 spoiler temas em destaque app ganepão on-line






Ganepão News&Views - Recomendações Dietéticas para Tratamento da Psoríase

28 de agosto de 2018

Tags: recomendações dietéticas psoríase doenças

Ganepão News&Views - Recomendações Dietéticas para Tratamento da Psoríase




A psoríase é uma doença crônica inflamatória da pele, não transmissível, dolorosa, para a qual não há cura e com impacto negativo na qualidade de vida dos pacientes. O Relatório Global sobre Psoríase, OMS 2016, informa ser ela mais comum na faixa etária de 50 a 69 anos, embora possa  ocorrer em qualquer idade. A prevalência de psoríase nos países varia entre 0,09% e 11,4%, o que configura sério problema global¹.

A psoríase tem manifestações cutâneas, e outras comorbidades, que incluem artrite psoriásica, doença cardiometabólica, doença gastrointestinal e transtornos de humor. Existem vários tipos de terapias médicas para essa doença, que incluem agentes tópicos, fototerapia e medicamentos orais, consideradas relevantes, pelos pacientes, para o manejo global da doença. Entretanto, cuidados dietéticos raramente são discutidos durante as visitas clínicas.

Uma recente publicação² , no periódico JAMA Dermatology, da Junta Médica da Fundação Nacional de Psoríase afirma que as terapias médicas padrões podem ser complementadas com intervenções dietéticas para reduzir a gravidade da doença, e apresenta algumas recomendações dietéticas com o objetivo de orientar os profissionais de saúde no manejo desses pacientes.

De acordo com os autores, a perda de peso seguindo uma dieta de baixa calorias pode reduzir a gravidade da psoríase em pacientes com excesso de peso, mas há poucas evidências para apoiar outras intervenções dietéticas. Uma dieta sem glúten, por exemplo, pode ser útil na redução da psoríase em pacientes cujos exames de sangue são positivos para a sensibilidade ao glúten.

Trata-se de revisão sistemática de estudos que avaliaram o impacto da dieta na psoríase ou artrite psoriática, com 55 estudos observacionais e intervencionistas, que incluem 77.557 participantes, dos quais 4.534 com psoríase. O pequeno número de pacientes pediátricos incluídos faz com que os dados disponíveis sejam insuficientes para estabelecer recomendações para crianças.

As recomendações apresentadas no quadro abaixo foram classificadas em cinco categorias e sua força determinada pelo nível de evidência.

 

Doença

Categoria

Recomendação

Nível de evidência

Psoríase

1. Dieta sem glúten

Dieta sem glúten é fortemente recomendada para adultos com diagnóstico confirmado de doença celíaca

1A

Em pacientes com teste positivo para marcadores sorológicos de sensibilidade ao glúten, recomenda-se teste de 3 meses com dieta sem glúten

2B

A triagem universal para marcadores de sensibilidade ao glúten não é recomendada devido à alta taxa de falsos positivos. Pacientes candidatos à triagem incluem aqueles com sintomas gastrintestinais ativos ou que tenham um parente de primeiro grau com doença celíaca

 

2. Redução de peso

Para adultos com excesso de peso ou obesos (IMC ≥ 25), é fortemente recomendada a redução do peso com dieta hipocalórica

1A

3. Suplementação

3a. Óleo de peixe

A suplementação oral de óleo de peixe não é recomendada porque não foram encontradas evidências de eficácia nas doses e duração avaliadas nos estudos

 

As evidencias acerca de suplementação intravenosa de óleo de peixe são muito limitadas para fazer uma recomendação

 

3b. Vitamina D

Em adultos com níveis normais de vitamina D, a suplementação não é recomendada

 

3c. Selênio

A suplementação de selênio para tratamento de psoríase em adultos não é recomendada

 

3d. Vitamina B12

A suplementação de Vitamina B12 não é recomendada

 

3e. Micronutrientes

Nenhuma recomendação pode ser feita para suplementação de micronutrientes por causa de evidências insuficientes

 

4. Padrões dietéticos

Pacientes podem seguir um padrão dietético mediterrâneo: consumir azeite de oliva extra virgem como principal fonte de gordura da dieta, consumir mais frutas, legumes, verduras, peixes e frutos do mar, e frutos oleaginosos.

2C

A dieta para o paciente com psoríase pode considerar o aumento no consumo de ácidos graxos ômega-3, gorduras monoinsaturadas, fibras e carboidratos complexos e redução do consumo de calorias, gordura total, ácidos graxos ômega-6 e carboidratos simples.

2C

Artrite psoriásica

5. Intervenções dietéticas

Em adultos com sobrepeso ou obesos com artrite psoriática (IMC ≥ 25), recomenda-se redução de peso com dieta hipocalórica.

2B

 

Os autores afirmam que os pacientes apreciam o aconselhamento dietético como parte de um programa completo, e que exercícios e redução do estresse também devem ser recomendados como parte da mudança no estilo de vida, mas que, apesar de certas intervenções dietéticas serem uteis em alguns pacientes, são as terapias medicamentosas as que fazem a maior diferença e, portanto, não devem ser substituídas.

 

Referência

 

1. World Health Organization. Global report on psoriasis.2016. Disponível em: <http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/204417/9789241565189_eng.pdf;jsessionid=694438153B009F32D72C1F2860074984?sequence=1>. Acessado em: 25/07/2018.

2. Ford AR, Siegel M, Bagel J, Cordoro KM, Garg A, Gottlieb A, et al. Dietary Recommendations for Adults With Psoriasis or Psoriatic Arthritis From the Medical Board of the National Psoriasis Foundation: A Systematic Review. JAMA Dermatol. 2018; [Epub ahead of print].

 

Ainda dá tempo de assistir a importantes palestras do Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão 2018 On-line!



GanepãoCast - Você conhece a Garcinia Cambogia?

20 de agosto de 2018

Tags: ganepaocast garcinia camboja conservante aromatizante constipação edema irregularidades menstruais

GanepãoCast - Você conhece a Garcinia Cambogia?




A Garcinia Cambogia uma planta nativa do sudeste asiático, cuja casca é tradicionalmente utilizada no tratamento de constipação, edema, irregularidades menstruais, entre outras condições clínicas.

Ouça o GanepãoCast e saiba mais!

 

Referências

 

Bakhiya N, Ziegenhagen R, Hirsch-Ernst Ki, Dusemund B. Et Al. Phytochemical Compounds In Sport Nutrition: Synephrine And Hydroxycitric Acid (Hca) As Examples For Evaluation Of Possible Health Risks. Mol. Nutr. Food Res, 2017.

Hu J, Komakula A, Fraser Me. Binding Of Hydroxycitrate To Human Atp-Citrate Lyase. Acta Cryst., 2017.

Preuss Hg, Garis Ri, Bramble Jd, Bagchi D, Bagchi M Et Al. Efficacy Of A Novel Calcium/Potassium Salt Of (-)-Hydroxycitric Acid In Weight Control. Int J Clin Pharmacol Res., 2005.

Ríos-Hoyo A., Gutiérrez-Salmeán G. New Dietary Supplements For Obesity: What We Currently Know. Curr Obes Rep, 2016.

Semwal Rb, Semwal Dk, Vermaak I, Viljoen A. A Comprehensive Scientific Overview Of Garcinia Cambogia. Fitoterapia, 2015.

Texto adaptado de http://www.nutritotal.com.br

 

Assista a importantes palestras do Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão On-line!

 

#compartilheconhecimento #compartilheciencia #ganepao2019 #vemganepao



Ganepão 60 NutriSegundos - Qual a relação entre dieta vegetariana, microbiota e gestação?

15 de agosto de 2018

Tags: dieta vegetariana microbiota intestinal gestação gravidez




Estudo sugere que consumir uma dieta vegetariana no início da gravidez modifica a composição da microbiota intestinal, em comparação com uma dieta onívora.

Assista no Ganepão 60 NutriSegundos!

 

Referência

Barrett HL, Gomez-Arango LF, Wilkinson SA, McIntyre HD, Callaway LK, Morrison M, Dekker Nitert M. A Vegetarian Diet Is a Major Determinant of Gut Microbiota Composition in Early Pregnancy. Nutrients. 2018; 10(7).

 

Confira este e outros conteúdos: acesse nosso blog: https://www.ganepao.com.br/blog/pt

 

Ainda dá tempo de assistir ao Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão On-line!



InfoGanepão - O Ganepão 2019 está surpreendente. Confira!

10 de agosto de 2018

Tags: ganepão 2019 novidades educacionais programação por trilhas






Ganepão News&Views - Exercício Melhora a Asma em Adultos Obesos

17 de julho de 2018

Tags: exercício físico treinamento físico asma adultos obesos

Ganepão News&Views - Exercício Melhora a Asma em Adultos Obesos




EXERCÍCIO MELHORA A ASMA EM ADULTOS OBESOS

 

O treinamento físico ajuda a melhorar a vida diária de adultos obesos com asma, concluiu estudo publicado recentemente na Medicine and Science in Sports and Exercise.

O programa de três meses teve como alvo a perda de peso e exercício através de treinamento aeróbico e de resistência.

Os autores distribuíram aleatoriamente 55 adultos obesos com asma para participar de grupo intervenção com programa de perda de peso com exercícios, incluindo treinamento aeróbico, levantamento de peso, nutrição e terapias psicológicas (n=28) ou grupo placebo para participar de programa de perda de peso, exercícios de respiração e alongamento (n=27).

A atividade física diária, sintomas de asma, qualidade do sono e sintomas de ansiedade e depressão foram quantificados antes e após o tratamento.

Depois de duas sessões por semana durante três meses, as pessoas no grupo de treinamento de perda de peso e exercício aumentaram sua contagem de passos em mais de 3.000 passos por dia em comparação a 730 passos por dia no grupo que não recebeu treinamento físico.

Além disso, o grupo que realizou exercícios apresentou aproximadamente 15 dias do mês sem sintomas de asma comparado a 9 dias por mês para o grupo controle.

O grupo de exercícios também teve melhorias nos sintomas de depressão (76,4% vs 16,6%), qualidade do sono (6,6% ± 5,1% vs 1,3% ± 4,7%)  e apneia obstrutiva do sono (56,5% vs 16,3%).

Os resultados sugerem que o treinamento físico em conjunto com programa de perda de peso melhora o desempenho da atividade física diária, a eficiência do sono e os sintomas de depressão e asma em adultos obesos com asma.

 

Referência

Freitas PDSilva AGFerreira PGDA Silva ASalge JMCarvalho-Pinto RMCukier ABrito CMMancini MCCarvalho CRF. Exercise Improves Physical Activity and Comorbidities in Obese Adults with Asthma. Med Sci Sports Exerc. 2018 Jul;50(7):1367-1376

 

Ainda dá tempo de assistir a importantes palestras do Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão 2018 On-line!



O Ganepão 2018 foi sucesso e o mérito é todo seu. Confira os resultados! – InfoGanepão

11 de julho de 2018

Tags: ganepao2018 ganepao2018eufui fotos premios ganepão 2018 certificado projeto fique mais saudavel app






Ganepão 60 NutriSegundos - Consumo de frutas oleaginosas diminui o risco de câncer colorretal

04 de julho de 2018

Tags: frutas oleaginosas cancer colorretal




Resultados de estudo recentemente publicado no Journal of Clinical Oncology apontam que a ingestão de frutos de casca dura, tipo nozes, castanhas, coco, pistaches, entre outros, está associada a maior sobrevida em pacientes com câncer colorretal.

Assista no Ganepão 60 NutriSegundos!

 

Referência

Fadelu T, Zhang S, Niedzwiecki D, Ye X, Saltz LB, Mayer RJ, et al. Nut Consumption and Survival in Patients With Stage III Colon Cancer: Results From CALGB 89803 (Alliance). J Clin Oncol. 2018 [Epub ahead of print].

 

Confira este e outros conteúdos: acesse nosso blog: https://www.ganepao.com.br/blog/pt

 

Ainda dá tempo de assistir ao Ganepão 2018!

Clique e Inscreva-se no Ganepão On-line!



Arquivos

Tema

Tags