Idiomas: POR | ENG | ESP

Dieta Vegetariana está Associada à Depressão

13 de novembro de 2017


Tags: dieta vegetariana depressao



As dietas vegetarianas tem sido associadas a benefícios cardiovasculares entre outras vantagens, mas pouco se sabe sobre benefícios ou riscos para saúde mental.

 

Estudo conduzido pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH) em mais de 9600 homens,  objetivou determinar a relação entre hábitos alimentares vegetarianos e sintomas depressivos em homens.

 

O hábito alimentar foi avaliado por questionário de frequência dietética e o estado mental por Escala de Depressão Pós-natal de Edimburgo. Os resultados foram avaliados levando em consideração variáveis ​​de confusão, como: idade, estado civil, status de emprego, posse de habitação, número de crianças no lar, religião, história familiar de depressão, contato psiquiátrico infantil anterior, cigarro e consumo de álcool.

 

Os vegetarianos [n = 350 (3,6% da amostra)] apresentaram maior pontuação na escala de depressão, em média, em comparação aos não vegetarianos, após ajustes para potenciais fatores de confusão.

 

Os homens vegetarianos têm sintomas mais depressivos, após ajuste por fatores sócios demográficos. As deficiências nutricionais (por exemplo, em cobalamina ou ferro) são uma possível explicação para esses achados, porém a causalidade reversa não pode ser descartada, destacam os pesquisadores.

 

O autor principal Capt Joseph R. Hibbeln, MD, chefe interino da Seção sobre Neurociências Nutricionais no Instituto Nacional sobre Abuso de Álcool e Alcoolismo do NIH, acrescentou que, como a carne vermelha é rica em vitamina B12, esse nutriente pode ter desempenhado um papel importante os resultados.

 

Referência:

Joseph R. Hibbeln, Kate Northstone, Jonathan Evans, Jean Golding. Vegetarian diets and depressive symptoms among men. January 1, 2018 V  225, Pages 13–17